Pular para o conteúdo principal

Colunistas

Ronaldo J. P. Wieselberg, PwD
Chair-Elect Young Leader in Diabetes (YLD-IDF), SACA region
Assistente de Coordenação do Treinamento de Jovens Líderes em Diabetes
Monitor Acampamento ADJ-UNIFESP-NR
Acadêmico de Medicina, 5º Ano - FCMSCSP

ACESSE todas as publicações do Ronaldo clicando aqui.

_______________________________________________________________________

Deise Leandro Santiago, PwD
Nutricionista
Jovem Líderes em Diabetes pela ADJ
Certificada Educando Educadores em Diabetes ADJ-SBD-IDF
www.horadotreino.com.br/nutricionista
nutrideisesantiago@gmail.com

ACESSE todas as publicações da Deise clicando aqui.

_______________________________________________________________________

Fabiana Couto, PwD
Coach e aconselhadora de desenvolvimento humano
Pós-graduada em psicologia
Diabetes tipo 1 há 23 anos
Escritora do blog: www.criandoumfilhocomdiabetes.com

ACESSE todas as publicações da Fabiana clicando aqui.

_______________________________________________________________________

Eric Boury
Bacharel em Ciência da Computação
Jovem Líderes em Diabetes pela ADJ

ACESSE todas as publicações do Eric clicando aqui.

_______________________________________________________________________

Patrícia Vieira de Luca, MSc
Mestre em Educação Física-USP
Certificada Educando Educadores em Diabetes ADJ-SBD-IDF
Voluntária na ADJ-Diabetes Brasil

ACESSE todas as publicações da Patrícia clicando aqui.

_______________________________________________________________________

Comentários

  1. Ola sou mae de uma crinaça de 12 anos que é DM1 há 4 anos, tb sou professora e ja me deparei com maes que também tem filhos DM1, gostaria de saber se vcs oferecem algum curso para maes ou professores, visto que moramos numa cidade do interior e aqui não tem medicos especializados em diabetes infantil. Isso dificulta para nos mães, que muitas das vezes não temos a quem recorrer.Se for possivel fazer um curso para ter conhecimento com mais profundidade gostaria de me inscrever. Conto com a colaboração de todos. Desde já agradeço.

    Silvania Barboza
    Cidade: Paranaíba - MS

    ResponderExcluir
  2. Hoje vi uma reportagem de vocês sobre a discriminação do diabético. Pois ontem passei o pior dia da minha vida. Depois de alguns anos de muito estudo, e com aprovação em vários concursos públicos excelentes do Judiciário, ontem fui fazer exames de admissão. Todos fizeram o psicologico apenas e foram liberados para a posse. Eu fiquei retido por ser diabético e tive que passar pelo endocrinologista, e ele me pediu mais alguns exames. Sai do local muito chateado, afinal estava eu lá com os dois olhos, enxergando, com minhas duas pernas andando, enquanto outros com outras doenças nem qualquer outro exame foi solicitado. Vim embora para minha casa sem chão, muito triste, pois tudo isto, esta doença está fora do meu controle. O que fazer? Cansei desta vida. Há 11 anos sou diabético e todo dia é preocupação com o que comer, hora da insulina... Cansei. Se tivesse como pegar uma borracha e apagar minha vida desde o início sem dúvida faria isto, pois esta doença é uma maldição que eu não desejo nem para meu pior inimigo, quiça para um filho meu ... Jamais. Com 24 anos decidi que não terei nunca filhos. Não quero isto para eles.

    ResponderExcluir
  3. Me emocionei aqui. Mas vai tranquilo que tudo dá certo. não desista. Olha onde você com pouca idade já chegou! Parabéns! Você é a exceção!

    ResponderExcluir
  4. Olá sou Sabrina e sou diabetica tenho 27 anos e descobrir a dibetes a 4 anos
    desenvolvir ela depois que minha mãe faleceu, eu só tomava remedios mas tive uma Ceatacitose diabetica , fiquei em cti em tudo e a partir dali tomo insulina
    mas engordei muito, engordei 25 kilos estou com 95 kilos estou desesperada, sempre falo com o medico mas ele nao diz nada , fal que é assim mesmo, no começo da insulina engordei 15 kilos comendo tudo integral nada de besteiras mas sentia muita fome.
    hj parei de tomar insulina quero emagrecer um pouco estou muito gorda nenhuma roupa entra em mim to horrivel foi uma mudança muito drastica para mim.
    espero que me responda.
    beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Suco de Laranja? Cuidado!!!

Você deve estar se perguntando, "o que será que aconteceu com o suco de laranja? será que descobriram algum suco contaminado?" Não, não é esse o caso. Estamos falando do suco de laranja natural mesmo, não adoçado, feito na hora, ou comprado em caixinha. E o alerta é para todos que têm diabetes. Vejamos por quê.

O suco de laranja é bastante popular no Brasil. Pudera, somos exportadores de laranja e de suco de laranja. Por isso, é comum encontrar pessoas tomando suco de laranja na padaria, no bar, no restaurante, seja durante a refeição ou em seus intervalos. Além disso, todos apreciam o fato de a laranja ser uma fruta rica em vitaminas e minerais, como a vitamina C. 
Por outro lado, existe um mito em relação ao suco de laranja, assim como em relação aos outros sucos de fruta, como o suco de melancia e o de uva. "Se é natural, não tem com o que se preocupar". Porém, especialmente para quem tem diabetes, os sucos naturais podem ser vilões e atrapalhar muito o control…

Comer... Mas quando tomar a insulina?

Este artigo tem como objetivo responder uma questão que, junto à contagem de carboidratos, é cada dia mais frequente. Quando tomar a insulina ultra-rápida para os carboidratos que consumi ou consumirei? Muitas pessoas têm relatado um frequente descontrole glicêmico, resultando em Hemoglobina Glicada (A1C) alta, devido a terem hiperglicemia após a alimentação, ou mesmo por se esquecerem de tomar a insulina que deveria ter sido tomada para a refeição.
A primeira coisa que é importante saber é que essa elevação da glicemia pós-pandial (depois da alimentação) é prejudicial ao organismo, aumentando o risco de complicaçõescrônicas do diabetes.


Quanto ao momento de tomar a insulina, é importante lembrarmos que mesmo as insulinas ultra-rápidas (Lispro, Aspart e Glulisina) começam a agir entre 10 e 15 minutos após serem aplicadas. Por isso, se você já se alimentou e ainda não tomou sua insulina, sua glicemia irá subir. Os alimentos, em especial os ricos em carboidratos, começam a ser absorvid…

Xultrophy: Insulina + GLP-1 (menos hipoglicemias, melhor A1C e perda de peso!)

Por Ronaldo J. P. Wieselberg
No último congresso da ADA (American Diabetes Association), neste ano, foi apresentado um trabalho que demonstrava os benefícios de um “novo” medicamento para o diabetes, chamado Xultophy. Novo, entre aspas, porque, na verdade, ele não é exatamente algo novo no mercado...
O Xultophy nada mais é do que uma mistura (em quantidades certas!) de insulina Degludeca (Tresiba) e da Liraglutida, um dos agonistas de GLP-1 (Victoza). Os três produtos em questão – Xultrophy, Tresiba e Victoza – são produzidos pela NovoNordisk. Até aí, nada demais – não fosse o fato de que o Xultophy “venceu” a Lantus (insulina glargina) durante o estudo, ou seja, exibiu mais benefícios para pessoas com diabetes tipo 2 (DM2).
Para entender essa “vitória”, vamos explicar rapidamente como são feitos os estudos de novos medicamentos.
Depois que o novo medicamento é testado em cobaias – principalmente ratos – e em pessoas saudáveis, para que haja segurança – ou seja, para que saibamos que …