Comer em casa ou levar o lanche continuam sendo as melhores opções

Em pesquisa publicada neste ano, na revista científica Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia, os pesquisadores Karla Cristina Queiroz e colaboradores mostraram que levar o lanche escolar de casa contribui para o bom controle da glicemia de crianças com diabetes mellitus tipo 1.
http://blogdalergia.blogspot.com/2010/03/lanche-na-escola.html
Segundo os pesquisadores “o hábito de levar lanche de casa para a escola favoreceu o controle glicêmico da população estudada. Entre os alimentos mais citados como opções de lanche escolar levado de casa, constatou-se que houve predomínio de biscoitos sem recheio (64%), frutas (50%), suco artificial sem açúcar (36,4%), pães (18,2%), salgadinho tipo chips® (15,2%), iogurte sem açúcar (13,6%) e leite (11%), que se não consumidos em excesso, podem evitar o desequilíbrio glicêmico.”
Percebeu-se na pesquisa que dietas com mais proteína, menos gordura saturada e com alimentos que aumentam mais lentamente a glicemia afetaram positivamente o controle glicêmico das crianças estudadas. O hábito de consumir açúcar e merenda gratuita influenciou negativamente o controle glicêmico
Os pesquisadores alertam ainda que “a merenda gratuita e o lanche comprado na escola afetaram negativamente o controle, sugerindo inadequação na qualidade do lanche oferecido nas escolas públicas, que geralmente é composto por preparações ricas em calorias e, muitas vezes, em carboidratos e lípides. Considerando que a alimentação ideal da criança diabética corresponde à alimentação saudável de qualquer criança, seria desejável a reestruturação dos cardápios da merenda escolar e o controle da qualidade dos lanches vendidos nas cantinas.”
http://soseducalimentar.blogspot.com/2010/07/dicas-de-lanches-saudaveis-para-as.html
Portanto, aproveite a dica, leve seu lanche de casa, e mantenha-se saudável!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Suco de Laranja? Cuidado!!!

Hemoglobina Glicada (A1C ou HbA1c) para controle e diagnóstico do diabetes

Pâncreas Artificial, uma realidade! Como faço para ter um?