Postagens

Mostrando postagens de 2011

Jogando e Aprendendo sobre Diabetes (Jogos)

Imagem
Você sabia que há vários jogos online sobre diabetes?

Abaixo você encontra alguns dos principais jogos online gratuitos sobre diabetes. É importante lembrar que a maioria deles é em inglês. Aproveite o espeço "comentários", para dizer o que achou desses jogos e sugerir outros.


O primeiro deles é o que talvez mais pessoas conheçam, o Diabetic Dog. Nesse jogo a tarefa do jogador é manter seu cãozinho com diabetes sadio, portanto, levando em consideração o controle da glicemia e oferecendo alimentação, atividade física e insulina, conforme necessário.
Jogue em: Diabetic Dog (em inglês)


No segundo é necessário escolher o que comer, ou esporte praticar. No lugar de glicemia aparece uma pontuação que desce ou sobe de acordo com suas escolhas. No final do jogo aparece um relatório muito interessante comentando suas escolhas. Jogue em: Decisions, Decisions! (em inglês)

Um outro site que traz uma série de jogos, mais simples, mas no caso em português é o Tio Julião. Vale a pena conferir…

Diabetes Não É Desculpa...

Imagem
Aproveitando o Dia Mundial do Diabetes, que acabou de acontecer, 14 de novembro, veremos abaixo alguns depoimentos. Pessoas que vivem com o diabetes tipo 1 há anos, e não deixam de realizar seus sonhos por isso.
O primeiro é do João Fernandes, que tem diabetes desde os 3 anos de idade e hoje aos 12 anos é ator e já participou de novelas e filmes. O segundo é resultado do FlashMob organizado pela ADJ Diabetes Brasil e conta com o depoimento da Elaine Pacheco, que tem diabetes há mais de 30 anos, além da Claudia Labate, idealizadora do FlashMob Diabetes Brasil, da nutricionista Juliana Baptista, da endocrinologista Denise Franco e da Luciana Canto, mãe de um jovem com diabetes. O terceiro vídeo é uma produção da Jovem Líder em Diabetes, Ana Paula Strauss, que discute o diabetes com seu toque pessoal.



5 MITOS ALIMENTARES DO DIABETES

Imagem
Há muitos equívocos em relação à alimentação das pessoas com diabetes. Muitos acreditam que quem tem diabetes deve seguir uma dieta rigorosa, quando na realidade pode comer de tudo que uma pessoa sem diabetes come. Amy Campbell, MS, RD, LDN, CDE, nutricionista Joslin Diabetes Center e co-autor de “16 Mitos da “Dieta diabética”, desmistifica alguns mitos comuns sobre a alimentação para as pessoas com diabetes.

1. Pessoas com diabetes devem comer alimentos diferentes do resto da família. Pessoas com diabetes podem comer os mesmos alimentos que o resto de sua família. Orientações nutricionais atuais para diabetes são muito flexíveis e oferecem muitas opções, permitindo que pessoas com diabetes comam seus alimentos favoritos e não se privem de alimentos associados a ocasiões especiais. Todo mundo, com diabetes ou não, deve comer uma dieta saudável, que consiste de frutas, legumes, grãos integrais, alimentos ricos em proteína magra e gorduras saudáveis para o coração. Então, se você tem di…

O que é Colesterol? Por que quem tem diabetes deve se preocupar?

Imagem
Para responder a essas 2 perguntas convidamos a professora de educação física, com pós-graduação no Instituto do Coração da USP (InCor) e com doutorado sobre o tema pela Faculdade de Medicina da USP (FMUSP), Isabel Ribeiro. Segue resposta.


O Colesterol tem função essencial no adequado funcionamento do organismo porque auxilia na formação, reprodução e crescimento de todas as células do corpo. Podemos dizer que é uma gordura produzida pelo próprio organismo e também adquirida no consumo de alimentos de origem animal.

Para se locomover e chegar ao seu destino, o colesterol precisa se fixar a proteínas presentes no organismo. Dessa união nascem as lipoproteinas LDL colesterol e HDL colesterol. A LDL transporta colesterol para todo o organismo e, sabiamente, apenas a quantidade adequada será utilizada. O excesso fica disponível para ser depositado nos vasos sanguíneos e formar placas gordurosas responsáveis pela obstrução, favorecendo a Aterosclerose. A LDL pode se elevar pela maior …

PRÓS E CONTRAS DA BOMBA DE INSULINA

Imagem
O mundialmente reconhecido Centro de Diabetes Joslin publicou em seu site resposta a uma das questões mais frequentes de quem tem diabetes e ambição de manter um bom controle. Quais os prós e os contras da bomba de insulina? Será que a bomba de insulina é para mim? Vejamos abaixo.

A bomba de insulina é um pequeno dispositivo computadorizado que fornece insulina continuamente ao longo do dia. Ela tenta imitar a liberação de insulina do pâncreas normal. Contudo, ela precisa ser programada de acordo com a necessidade de cada pessoa. Ela fornece insulina de duas maneiras: uma liberação contínua, que mantém a glicose no sangue estável entre as refeições e durante o sono (basal de insulina); e uma quantidade maior que é liberada pelo usuário quando a glicemia está muito elevada, e antes das refeições, para “cobrir” o alimento que você pretende comer (bolus de insulina).
Como fazer uso eficaz e seguro da bomba? ■ Compromisso com a verificação de glicose no sangue pelo menos 4 vezes por dia, to…

6 pacientes DM1 sem insulina por mais de 3 anos... estão curados?

Imagem
O grupo da Unidade de Transplante de Medula Óssea do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto - USP tem, desde 2003, realizado procedimento denominado “Transplante Autólogo de Células Tronco Hematopoéticas em Pacientes com DM1 Recém-Diagnosticado”. Tal procedimento tem aparecido na mídia  de forma recorrente no Brasil, assim como em outros países. As razões para isso são o desenvolvimento de uma nova metodologia e os resultados espetaculares atingidos. Entre eles, o que mais chama a atenção é a não necessidade de insulina por 40 a quase 80 meses (até o momento) após o procedimento, em pessoas que tiveram o diagnóstico de diabetes do tipo 1!





Entretanto, os coordenadores da pesquisa enfatizam que não se trata de cura, mas de uma terapia. Além disso, é importante saber que existe uma série de critérios para poder se submeter a esse tipo de procedimento e que, por se tratar de um procedimento com imunossupressão, tem riscos. Segundo os pesquisadores, mais importante do que a não necessidade…

Aplicação sem agulha... uma realidade que está para chegar...

Imagem
Um ano atrás, em 4 de setembro, publicamos um artigo que teve grande visualização e gerou comentários a respeito. Intitulado "E Insulina Sem Agulha, É Possível?", a matéria discutia sobre os injetores de insulina por pressão (jet injectors). Alguns comentaram que no passado haviam experimentado e que era mais doloroso que a aplicação com uso de agulha. Outro visitante disse que havia acabado de comprar um aplicador no exterior e que era super confortável. Para nossa surpresa esta questão veio a tona novamente neste ano, e as novidades são as seguintes...


- Em pesquisa recém publicada em uma das mais importantes revistas científicas da área de diabetes, Diabetes Care, os autores compararam aplicação de insulina utra-rápida com caneta de aplicação (com agulha) e com um modelo de jet injector, e concluíram que na aplicação com o jet injector: ainsulina ultra-rápidateve sua absorção aumentada e efeito mais rápido (começou antes e terminou antes o efeito da insulina ultra-rápida …

Medindo a glicemia sem precisar furar o dedo

Imagem
Ainda durante o congresso da Associação Americana de Diabetes (ADA) de 2011 foram apresentados resultados de duas pesquisas muito interessantes, com formas não-invasivas e locais alternativos para se dosar a glicose.

Em um deles a glicose foi dosada de forma indireta através das expiração dos indivíduos. Isto é, a composição do ar exalado por essas pessoas foi analisada e a quantidade de moléculas resultantes da presença de glicose no sangue foi identificada. Com isso, foi possível chegar a valores de glicose muito próximos aos valores da ponta-de-dedo (glicemia capilar). Apesar de os primeiros resultados terem sido bastante promissores, ainda há desafios a serem superados. Entre eles estão: verificar em número maior de pessoas e em diferentes níveis de glicemia se a precisão se mantém, transformar o analisador da expiração em algo portátil e de fácil utilização, e deixá-lo com custo de aquisição e manutenção tão ou mais baixo que dos glicosímetros atuais.


O outro equipamento apresen…

Entendendo a assembléia da ONU sobre Doenças Não Transmissíveis

Imagem
Nos dias 19 e 20 de setembro de 2011 se reunirão em assembleia na ONU, em Nova Iorque líderes de todo o mundo para discutir políticas de saúde relativas a doenças crônicas não transmissíveis. Entre elas então: doença cardiovascular, doenças respiratórias, câncer, e o DIABETES



Por esse motivo pessoas e grupos estão se mobilizando em todo o mundo para chamar a atenção da população e das autoridades para que tomem decisões adequadas e que beneficiem toda a população mundial nesta e nas próximas décadas. Em Nova Iorque, por exemplo, uma série de atividades foram organizadas pela Federação Internacional de Diabetes e seus parceiros, nesta tarde, no Central Parque.
A importância de tal reunião está no fato de algumas dessas doenças, incluindo o diabetes e a doença cardiovascular, estarem tomando proporções nunca antes imaginadas. Afetando a saúde de milhões de pessoas tanto dos países mais ricos quanto dos mais pobres. Diminuindo de forma significativa a qualidade e o tempo de vida dos indi…

Objetivos do Tratamento do Diabetes - 7 comportamentos de sucesso!!!

Imagem
Por que você controla seu diabetes? Certamente diferentes pessoas darão diferentes respostas a essa pergunta e muitas delas serão capazes de listar uma série de motivos. Mas para resumir podemos dizer que o objetivo principal é viver com qualidade.



Para isso a Associação Americana de Educadores em Diabetes (AADE) aponta 7 comportamentos fundamentais que devem ser trabalhados para o sucesso do tratamento do seu diabetes. Abaixo listamos esses 7 comportamentos. Veja em quais deles você já tem sucesso e em quais talvez ainda precise de algum auxilio. Você pode clicar em cada um dos comportamentos e será direcionado a um material sobre o tema escolhido, boa navegação!


Alimentação Saudável-Aprender afazer escolhas alimentares saudáveis​​, prestando atenção aoconteúdo nutricional etamanho das porçõesSer ativo-Reconhecer a importância daatividade física e fazerum plano para começar a se mover desde hojeMonitoramento -Aprender averificar, registrar ecompreenderos níveisde glicose no sanguee ou…

90 anos de Idade e 85 anos de Diabetes Tipo 1, Um Grande Exemplo!

Imagem
Durante o 71º Congresso da Associação Americana de Diabetes tivemos a oportunidade de participar do encontro do Centro de Diabetes da Joslin e assistir a entrega de medalhas a pessoas, no caso já senhores, que são grandes exemplos a quem foi recém diagnosticado, ou mesmo aos que têm "poucas décadas" desde o diagnóstico.


O grande destaque do evento foi um senhor que além da medalha, recebeu uma placa em sua homenagem, por seu exemplo às gerações mais jovens. Bob Krause, um simpático senhor de 90 anos, com muitas histórias para contar, é o primeiro americano que se tem notícia de ter vivido mais de 85 anos com diabetes tipo 1. E sua história, que será resumida a baixo, é realmente impressionante. Um verdadeiro vencedor. Imagine há 85 anos as dificuldades para se controlar a glicemia...

Nascido no mesmo ano em que a insulina foi descoberta, 1921, ao ser diagnosticado com diabetes aos 5 anos de idade, Bob já havia sofrido muito por ver seu irmão, diagnosticado 1 ano antes (quand…