Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2015

Peptídeo-C, esperança na prevenção de complicações do diabetes

Imagem
Por Mark Barone
Nas últimas décadas, evidências têm se acumulado de que o peptídeo-C, diferente do que se pensava, tem sim efeito fisiológico. No presente artigo serão discutidos os dados compilados em uma recém-publicada revisão sobre o tema.1 Como não poderia deixar de ser, os autores da revisão começam o texto com informações sobre a descoberta dessa molécula, em 1967, e dão prosseguimento revelando resultados de estudos que não identificaram inicialmente que ela tinha ação biológica. Sabendo-se, então, que o peptídeo-C faz parte da molécula de pró-insulina, que, ao ser clivada, dá origem a esse peptídeo e à insulina, ambos armazenados e secretados juntos nas células-beta pancreáticas, entendeu-se que seria apenas um resíduo resultante da formação da insulina.

Com isso, a dosagem de peptídeo-C consagrou-se como forma indireta para detectar e quantificar a produção de insulina. Conforme observado em pesquisa, no próprio site da SBD pelo termo “peptídeo-C“, a maioria dos autores cita…

Para quem NÃO TEM DIABETES, mas conhece alguém que tem!

Imagem
Por Mark Barone
Este artigo tem o objetivo de divulgar diferentes iniciativas que contribuem para que quem não tem diabetes conheça a respeito! Afinal, as chances de você conhecer alguém que tem diabetes são muito grandes.... 12 milhões de pessoas no Brasil e 387 milhões no Mundo (IDF Atlas, 2014)!
Antes de tudo: Bons modos! Veja neste link artigo sobre como se portar. Nada de "você não pode comer isso!" ou "histórias horrorosas sobre diabetes", e muitas outras dicas! Aproveite agora para conhecer neste link um Blog especialmente dedicado a explicar diabetes para quem não tem diabetes! Ótima ideia!
Se você tem um filho como diabetes ou é professor, conheça neste linkdiversos recursos para que o diabetes não atrapalhe a rotina da criança, do adolescente ou do jovem durante os estudos (na escola, faculdade, etc.)!
Voltando à questão de como se portar, veja neste link relato de uma pessoa com diabetes tendo que enfrentar a falta de conhecimento...
E claro, nada como le…

Bomba 640G é lançada no Chile!!!

Imagem
Uma das novidades tecnológicas mais interessantes do ano, o sistema bomba de insulina com sensor 640G da Medtronic, está sendo lançado hoje (18/06/2015) no Chile!!! Ou melhor, bem mais perto do Brasil do que Europa e Austrália!
Abaixo o útil e detalhado depoimento de Marcelo González, autor do site MiDiabetes e um dos primeiros usuários desse novo sistema nas Américas!

Trata-se do primeiro sistema bomba-sensor que suspende a liberação de insulina 30 minutos antes que o usuário tenha hipoglicemia, exatamente para evitar a hipo! E mais, reativa a liberação da insulina quando a glicose deixa de baixar e retorna aos níveis alvo, já sem risco de hipoglicemia, a fim de evitar hiperglicemias!

Veja todos os detalhes a respeito nos seguintes links: Logo mais as BOMBAS e SENSORES cuidarão de tudo!Novidades Tecnológicas em Diabetes ATTD e SITECO que esperar para 2015?


DIABULIMIA: o que é, riscos e como tratar

Imagem
Por Henrique Alves, Juliana Rodrigues, Leticia Pereira, Lilian Sabo e Isabela Cristina
Diabulimia é um transtorno alimentar que acomete exclusivamente pessoas com diabetes mellitus, usuárias de insulina exógena, em sua maioria do sexo feminino, durante a juventude. Assim como outros transtornos alimentares de fundo psíquico, a diabulimia pode estar associada a distúrbios da imagem corporal, isto é, mesmo pessoas magras podem apresentar esse tipo de transtorno por acreditarem que estão acima do peso.

A diabulimia tem como característica que a define a omissão ou redução das doses de insulina necessárias. Isso quer dizer que a pessoa com diabetes deixa de se aplicar ou reduz bastante a quantidade administrada de insulina. Com consequência de curto/médio prazo da hiperglicemia que se instala, há aumento na frequência e na quantidade de micção (urina), podendo haver desidratação, perda de massa muscular, fadiga intensa, hálito com um odor acentuado de acetona, confusão mental e quadro de ce…

MiniMed Connect, a Glicose pelo Celular (a cada 5 minutos)!

Imagem
A Medtronic acaba de anunciar o MiniMed Connect. Trata-se de um pequeno equipamento (o uploader) que permitirá a transmissão por Bluetooth das informações da Bomba Medtronic e do Senso para o Celular (que terá um aplicativo especial para isso) e pela Internet, para que se possa visualizar imediatamente por todos que tenham acesso (equipe de saúde, médico, parentes, etc.).
O objetivo é, além de tornar o acompanhamento da glicose mais discreto (basta olhar na tela do celular), permitir que à distância o médico ou os pais de uma criança com diabetes, por exemplo, possam acompanhar a glicose do(a) filho(a) e entrar em contato rapidamente caso percebam alguma alteração ou iminência de uma hipo ou hiperglicemia.
Será possível, ainda, programar mensagens a serem recebidas pelos que têm acesso, caso a glicose atinja valores altos ou baixos pré-definidos e/ou esteja subindo ou baixando rapidamente. Como a transmissão para a nuvem acontecerá constantemente, o sistema permitirá, ainda, manter o…

Disfunção Erétil? Saiba o que fazer...

Imagem
Já ouviu falar em disfunção erétil? E que a disfunção erétil pode ser uma evidência/consequência das complicações crônicas do diabetes? Contudo, é importante saber que essa disfunção pode acontecer também por diversos outros motivos que nada têm a ver com o diabetes! É fundamental detectar o motivo causador para que se possa fazer um tratamento adequado! Existe tratamento!  
Saiba mais assistindo ao vídeo abaixo e lendo o livro "Tenho diabetes tipo 1, e agora?".



Link para os pontos de venda do livro: "Tenho diabetes tipo 1, e agora?"

Hipoglicemia Noturna: o maior medo dos pais!

Imagem
Por Mark Barone
No mês passado falamos sobre hipoglicemias graves (severas) e assintomáticas. Neste, levando em conta uma publicação nossa recente, na qual abordamos o caso de um indivíduo que apresentou hipoglicemia por mais de 3 horas durante o sono e não despertou, daremos atenção a este assunto.1

As hipoglicemias noturnas são o maior dos medos dos pais de crianças com diabetes mellitus tipo 1 (DM1). Publicações sobre o tema confirmam o risco de tal ocorrência.2 Em nossa pesquisa, dos 18 participantes com DM1, apenas 1 teve hipoglicemia durante o sono. Esse voluntário, mesmo passando parte da noite com a glicemia abaixo de 40 mg/dl, não despertou. Outros pesquisadores já haviam observado o mesmo fenômeno em adultos e crianças com DM1. No lugar de despertar, o sono desses indivíduos parece se aprofundar.1,3
Alguns motivos que contribuem para esse tipo de resultado foram discutidos no mês passado, como o comprometimento da resposta autonômica e da contrarregulação em pessoas com DM1,4 o…