Novo SENSOR de GLICOSE é mais preciso e confortável!

Novo sensor de glicose da Medtronic, Enlite®, recém chegado ao Brasil, foi testado quanto à acurácia e aceitabilidade. Abaixo, a nutricionista Deise Santiago apresenta os principais resultados da pesquisa.













Conforme consta no artigo, este sensor para monitoramento contínuo da glicose (CGM) foi desenvolvido com o objetivo de aumentar o conforto e a precisão, em comparação com os anteriores. O Enlite® é mais fino e mais curto (8,5 mm, com uma agulha de introdução de 10,5 mm) que o anterior, Sof-Sensor®. O sensor e a sua agulha de introdução entram na pele a um ângulo de 90°, e a agulha de introdução é automaticamente recolhida numa caixa de proteção após a inserção, por conveniência e segurança.

O estudo foi realizado nos Estados Unidos, com 90 pessoas, de 18 a 75 anos, com diabetes tipo 1 ou tipo 2. Esses indivíduos utilizaram o novo sensor durante 6 dias, sendo dois no abdômen, dois na nádega, ou um em cada área. Os sensores foram calibrados de 2 a 4 vezes ao dia, a fim de avaliar a precisão dos resultados obtidos.

A durabilidade dos sensores foi de mais de 5 dias em 82,3% dos usados na abdômen e 89,6% daqueles na nádega. Apesar de não ser o foco do estudo, não houve diferença de acurácia entre os sensores usados nas duas diferentes regiões (P=0.28).  



Quanto à precisão, a diferença média relativa absoluta dos valores (ARD) obtidos pelo sensor em comparação com os valores de referência foram: 13,6% no abdômen e 15,5% na nádega. Mesmo com a calibração menos frequente (a cada 12 horas), os resultados foram muito próximos aos obtidos com calibrações 3 a 4 vezes ao dia (14,7% de ARD, no caso do abdômen). Talvez um dos achados mais interessantes seja o de que esse sensor pode ser calibrado mesmo quando a glicose não está estável (em períodos de variação), sem que afete a precisão das leituras (o que não era indicado em sensores mais antigos). Com sensores no abdômen, 79,5% e 94,1% de eventos de hipo e hiperglicemia, respectivamente, foram detectados corretamente; e 81,9% e 94,9% dos alertas de hipo e hiperglicemia, respectivamente, foram confirmados. As taxas de falha para os sensores no abdômen e nas nádegas foram de 19,7% e 13,9%.

Os pesquisadores concluem que o sensor Enlite®, quando colocado no abdômen, fornece dados precisos ao longo de 6 dias de uso. Sua precisão é mantida em diferentes frequências de calibração, concentrações e taxas de variação de glicose. Os participantes relataram que foi confortável e fácil usá-lo

Fonte: Bailey Timothy S., et al. Accuracy and Acceptability of the 6-Day Enlite Continuous Subcutaneous Glucose Sensor. Diabetes Technology & Therapeutics. May 2014, 16(5): 277-283.

Deise L. Santiago 
Nutricionista 
Atendimento Home Care
CRN-3 40982

(11) 9 9305 9678
facebook: nutricionistadeise

Comentários

  1. Prezada Mariane, apenas a empresa fabricante vende esses sensores no Brasil e tem condições de te falar o preço.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Suco de Laranja? Cuidado!!!

Hemoglobina Glicada (A1C ou HbA1c) para controle e diagnóstico do diabetes

Pâncreas Artificial, uma realidade! Como faço para ter um?