Comer... Mas quando tomar a insulina?

Este artigo tem como objetivo responder uma questão que, junto à contagem de carboidratos, é cada dia mais frequente. Quando tomar a insulina ultra-rápida para os carboidratos que consumi ou consumirei? Muitas pessoas têm relatado um frequente descontrole glicêmico, resultando em Hemoglobina Glicada (A1C) alta, devido a terem hiperglicemia após a alimentação, ou mesmo por se esquecerem de tomar a insulina que deveria ter sido tomada para a refeição.

A primeira coisa que é importante saber é que essa elevação da glicemia pós-pandial (depois da alimentação) é prejudicial ao organismo, aumentando o risco de complicações crônicas do diabetes.



Quanto ao momento de tomar a insulina, é importante lembrarmos que mesmo as insulinas ultra-rápidas (Lispro, Aspart e Glulisina) começam a agir entre 10 e 15 minutos após serem aplicadas. Por isso, se você já se alimentou e ainda não tomou sua insulina, sua glicemia irá subir. Os alimentos, em especial os ricos em carboidratos, começam a ser absorvidos, e a glicose a entrar na corrente sanguínea, assim que se inicia a ingestão. Por isso, é interessante que os carboidratos a serem consumidos sejam contados e a insulina ultra-rápida seja tomada imediatamente antes de se iniciar a refeição (uma boa estratégia é conta-los quando já estão no prato à sua frente, aguardando a primeira garfada, e então aplicar a insulina).

Mas algumas excessões, que são as seguintes:

- Em crianças pequenas, já que não é possível ter certeza o quanto comerão. Por isso, o ideal é aplicar a insulina imediatamente após a criança comer. Nesse caso, apesar de a glicemia pós-prandial subir, o que não seria o ideal, minimiza-se o grande risco de hipoglicemia devido à criança desistir de se alimentar no meio da refeição.

- Se você for a uma festa e irá beliscar durante algum tempo, você pode ou fracionar a dose ou, caso use bomba de insulina, programar um bolus quadrado que dure o tempo que pretende ficar beliscando, ao invés de aplicar toda a insulina ultra-rápida de uma só vez.

- Se comer alimentos muito ricos em gordura, como pizza, vale a pena contar também a proteína e a gordura da pizza (muitas pessoas adicionam metade do total de carboidratos consumidos à conta, a fim de considerar a proteína e a gordura). Porém, não se deve aplicar a dose total de insulina, mas apenas metade, durante a refeição, e deixar a outra metade para aproximadamente 2 a 4 horas depois (o tempo ideal para aplicar a outra metade varia muito de pessoa para pessoa).

- Muitas pessoas são menos sensíveis à ação da insulina no café da manhã e, por isso, precisam tomar a insulina ultra-rápida aproximadamente 15 minutos antes de iniciarem o café, para não terem elevação da glicemia após a refeição.

As dicas acima devem te ajudar. De qualquer forma, é imprescindível que fale com seu médico e nutricionista, que conhecem melhor suas características e poderão te ajudar ainda mais.

Comentários

  1. Muito legal sua dica Mark... Obrigado !!!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o conteúdo, me auxílio muito, agora é só por em prática suas ricas dicas, obrigada!!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Suco de Laranja? Cuidado!!!

Hemoglobina Glicada (A1C ou HbA1c) para controle e diagnóstico do diabetes

Pâncreas Artificial, uma realidade! Como faço para ter um?