Depressão pode estar associada ao mau controle glicêmico

Recentemente, pesquisadores da Joslin descobriram uma ligação entre níveis elevados de glutamato (um neurotransmissor produzido no cérebro pela glicose) com sintomas de depressão em pessoas com diabetes tipo 1.


O estudo mostrou aumento dos níveis de glutamato na área pré-frontal do cérebro dessas pessoas - uma área associada tanto a pensamento de nível superior, quanto à regulação das emoções. Ao mesmo tempo, o estudo mostrou uma relação entre altos níveis de glutamato e controle glicêmico ruim, e pontuação mais baixa em alguns testes cognitivos.


http://medicaldude.com/cgi-sys/suspendedpage.cgi
Por esse motivo enfatizam que um bom controle da glicemia pode ajudar a reduzir as chances de pessoas com diabetes ficarem deprimidas. Segundo especialistas, a depressão clínica é mais do que uma tristeza que dura algumas horas. É um estado emocional mais dramático, com duração mais prolongada.

A depressão clínica é diagnosticada se a pessoa tiver cinco ou mais dos sintomas abaixo por duas semanas ou mais. Pelo menos um desses sintomas deve ser humor deprimido ou perda de interesse ou prazer.

- O humor deprimido (sentir-se triste ou vazio), a maior parte do dia, quase todos os dias;
- Redução acentuada do interesse ou prazer em todas ou quase todas as atividades, quase todos os dias;
- Significativa perda de peso quando não em dieta, ganho de peso significativo (mais de 5 por cento do peso corporal em um mês), ou diminuição significativa ou aumento do apetite quase todos os dias;
- Dificuldade para dormir ou dormir demais, quase todos os dias;
- Sentir-se agitado ou lento quase todos os dias;
- Fadiga ou falta de energia quase todos os dias;
- Sentindo-se inútil ou excessivamente e / ou inadequadamente culpado quase todos os dias;
- Diminuição da capacidade de pensar, da concentrar ou de tomar decisões quase todos os dias; 
- Pensamentos de morte recorrentes (não apenas medo de morrer) ou suicídio, tentativa de suicídio ou um plano para cometer suicídio.


Se você acha que se enquadra nos critérios acima, você deve conversar com seu médico e pedir um encaminhamento a um profissional de saúde mental. Pesquisas indicam que o aconselhamento profissional, às vezes em combinação com medicação anti-depressiva, é um tratamento altamente eficaz para a depressão.

E, como sempre recomendamos, mantenha sua glicemia sob controle! Aí está mais um motivo para isso!


Fonte: Joslin Diabetes Center. Emotions & Blood-Sugar Levels: How Diabetes Can Affect Your Mood. 

Comentários

  1. Eu tenho um desse sintomas, mesmo quando eu não era diabetico eu tinha um desses sintomas, e acho que e por causa disso que eu tive diabete tipo 1 e ainda eu sinto um desses sintomas

    ResponderExcluir
  2. Caro Yago, é importante que fale sobre isso com seu médico.

    ResponderExcluir
  3. minha mae esta muito magra e devido a isso ela esta sem animo para nada medo de morrer vergonha de sair de casa acredito que seja depressao o que faço ela estava tomando remedio para diabetes acredito que esta com o tipo 1 e agora oq faço para ajudala corretamente ??????????? psicologo e endrocrinologista ??//

    ResponderExcluir
  4. Cara Claudia,
    Caso sua mãe faça acompanhamento com um endocrinologista de confiança, fale com ele sobre o caso. Ele poderá indicar um outro profissional, psicologo ou psiquiatra para acompanhar sua mãe, se for o caso. É importante lembrar que o descontrole da glicemia pode favorecer variações de humor e desenvolvimento da depressão. Por isso, é fundamental que em parceria com sua mãe, verifique como está o controle da glicemia dela. Pode ajudar muito também procurar orientação em uma associação de diabetes.
    Espero que ela se recupere em breve!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Suco de Laranja? Cuidado!!!

Hemoglobina Glicada (A1C ou HbA1c) para controle e diagnóstico do diabetes

Pâncreas Artificial, uma realidade! Como faço para ter um?