Atividade Física desde a Infância, um Investimento na Prevenção de Complicações


Pode parecer óbvio que a prática de atividade física, especialmente se regular e planejada (exercício físico), auxilia na prevenção de complicações através da melhoria do controle glicêmico. Contudo, pesquisadores indicam que não é só isso. Ou melhor, a prática regular de atividade física, aliada a um estilo de vida saudável (com destaque à alimentação), pode melhorar outros fatores de risco para o desenvolvimento de complicações, incluindo: hipertensão, dislipidemia e obesidade. Mesmo para quem não tem diabetes, o investimento também vale a pena. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a inatividade física é a principal causa de aproximadamente 21%-25% dos cânceres de mama e de cólon, 27% dos casos de diabetes e aproximadamente 30% da carga de doença isquêmica do coração.1

Acampamento ADJ/UNIFEP/NR 2014
Foto: Mark Barone
No caso de estudos durante acampamentos de diabetes, nos quais as crianças praticam atividade física todos os dias e se alimentam de forma saudável, os resultados são muito promissores. Em artigo publicado por Khawali e col. (2003), relata-se que, após 8 dias de acampamento, adolescentes com média de idade de 15 anos apresentaram redução significativa da pressão arterial (sistólica: 110±17 para 108±17 mmHg, p=0.04; diastólica: 67±9 para 65±9 mmHg, p=0.03), do colesterol total (176.1±36.1 vs. 153.8±28.2,p=0.001), da fração LDL (112.2±34.8 vs. 85.9±25.7, p<0.001), e aumento da fração HDL (48.5±14.0 vs. 53.7±11.2, p=0.02). Os autores desse estudo destacam que tais resultados não se devem à melhora de controle glicêmico, que foi mantido estável e dentro da meta desde o início do estudo (A1C: 6.9±1.3%), mas sim à atividade física e ao estilo de vida saudável.2

Em outros dois estudos do mesmo grupo, foram verificadas, ainda, redução da hiperfiltração e da taxa de excreção de albumina (4.9±5.1 vs. 2.3±1.9 µg/min, p<0.01), após 9 dias de estilo de vida saudável no acampamento;3 e a queda da pressão arterial média esperada para a fase de sono passou a ser significativa e semelhante à do grupo controle, após 8 dias de acampamento.4 No caso desses estudos, os resultados foram sim acompanhados por melhora do controle glicêmico (no último estudo citado a média da glicemia de jejum inicial era: 212.0±91.5 mg/dl, e, após 8 dias, passou para: 140.2±69.1 mg/dl, p<0.03)4.  

Acampamento ADJ/UNIFEP/NR 2014
Foto: Mark Barone
Apesar de o dia a dia ser diferente da rotina de um acampamento, são poucas as crianças e adolescentes que praticam atividade física de forma regular (muitas vezes por falta de hábito e de incentivo/estímulo). Certamente, os que se mantiverem ativos do acordo com as recomendação da OMS, no mínimo 60 minutos de atividade física diária para quem tem entre 5 e 17 anos de idade e no mínimo 150 minutos semanais para adultos, contarão com muitos dos benefícios citados acima.1,5-7


E, para terminar, mesmo em casos de complicações já presentes, a atividade física pode ser muito benéfica, conforme relata o Dr. Luiz Clemente Rolim no vídeo abaixo. Nesses casos é ainda mais fundamental a orientação e o acompanhamento por especialistas médicos e profissionais de educação física.8

www.ada2015online.com.br/custom/principal_video_Layout_16_9.asp?id=137

Referências
1 - Organização Mundial da Saúde (OMS). Actividad Física. Disponível em: www.who.int/dietphysicalactivity/pa/es/ Acesso em 5 de julho de 2015.
2 - Khawali Cristina, Andriolo Adagmar, Ferreira Sandra Roberta G.. Benefícios da atividade física no perfil lipídico de pacientes com diabetes tipo 1. Arq Bras Endocrinol Metab  [Internet]. 2003  Feb [cited  2015  July  05] ;  47( 1 ): 49-54. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-27302003000100008&lng=en.
3 - Ferreira, S. R. G; Freire, M. B. S; Vivolo, M. A; Zanella, M. T. Effect of improved glycemic control on blood pressure and albuminuria of insulin-dependent diabetes without nephropathy. Braz. j. med. biol. res;29(4):459-65, Apr. 1996.
4 - Ferreira S.R.G., Cesarini P.R., Vivolo M.A., Zanella M.T.. Abnormal nocturnal blood pressure fall in normotensive adolescents with insulin-dependent diabetes is ameliorated following glycemic improvement. Braz J Med Biol Res  [Internet]. 1998  Apr [cited  2015  July  05] ;  31( 4 ): 523-528. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-879X1998000400008&lng=en.
5 - Organização Mundial da Saúde (OMS). Recomendaciones mundiales sobre la actividad física para la salud. Disponível em: www.who.int/dietphysicalactivity/factsheet_recommendations/es/ Acesso em: 6 de julho de 2015.
6 - Organização Mundial da Saúde (OMS). La actividad física en los jóvenes. Disponível em: www.who.int/dietphysicalactivity/factsheet_young_people/es/ Acesso em: 6 de julho de 2015.
7 - Centers for Disease Control and Prevention (CDC). How much physical activity do you need? Disponível em: www.cdc.gov/physicalactivity/basics/index.htm Acesso em: 6 de julho de 2015.
8 - Colberg, Sheri. Exercise and Diabetes: A Clinician's Guide to Prescribing Physical Activity. American Diabetes Association, 2013.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Suco de Laranja? Cuidado!!!

Pâncreas Artificial, uma realidade! Como faço para ter um?

Hemoglobina Glicada (A1C ou HbA1c) para controle e diagnóstico do diabetes