Compartilhar... Experiências, SIM! Mas Lancetador ou Caneta, NÃO!

O compartilhamento de informações e vivências são muito úteis a todos, com ou sem diabetes. Aprende-se muito. Ao conhecer experiências ruins, por exemplo, pelas quais outras pessoas já passaram, podemos nos antecipar e as evitar. Da mesma forma, podemos aprender conhecendo experiências que deram certo para outros.

www.medindia.net/news/Visually-Impaired-People-Get-Insulin-Pen-Dosages-Right-CWRU-Study-Finds-70830-1.htm

Contudo, na revista Diabetes Forecast, da Associação Americana de Diabetes, há um alerta sobre os riscos de se compartilhar instrumentos em diabetes. E aqui não estamos falando de emprestar a mesma agulha, ou seringa ao amigo, o que é obviamente um procedimento de altíssimo risco de contaminação. Pensar que compartilhar a agulha/seringa com o amigo não tem problema, porque o amigo é saudável, é um grande engano. Há doenças que não produzem sintomas, em especial durante os primeiros anos. Assim, a própria pessoa pode não saber que tem a doença.

Mas voltando ao alerta publicado na Diabetes Forecast, NUNCA se deve emprestar ou tomar emprestado a caneta de insulina ou o lancetador (mesmo trocando a agulha/lanceta). Segundo a Associação Americana de Diabetes e o Centro para Controle de Doenças e Prevenção, tanto as canetas de insulina, quanto os lancetadores são de uso individual, e o compartilhamento desses instrumentos expõem as pessoas ao risco de contagio por doenças infeciosas, como a hepatite B.

Portanto, tenha seu próprio material. Não o ofereça ou aceite, mesmo que de um amigo ou familiar, empréstimo desses itens.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Suco de Laranja? Cuidado!!!

Pâncreas Artificial, uma realidade! Como faço para ter um?

Hemoglobina Glicada (A1C ou HbA1c) para controle e diagnóstico do diabetes