Compartilhar... Experiências, SIM! Mas Lancetador ou Caneta, NÃO!

O compartilhamento de informações e vivências são muito úteis a todos, com ou sem diabetes. Aprende-se muito. Ao conhecer experiências ruins, por exemplo, pelas quais outras pessoas já passaram, podemos nos antecipar e as evitar. Da mesma forma, podemos aprender conhecendo experiências que deram certo para outros.

www.medindia.net/news/Visually-Impaired-People-Get-Insulin-Pen-Dosages-Right-CWRU-Study-Finds-70830-1.htm

Contudo, na revista Diabetes Forecast, da Associação Americana de Diabetes, há um alerta sobre os riscos de se compartilhar instrumentos em diabetes. E aqui não estamos falando de emprestar a mesma agulha, ou seringa ao amigo, o que é obviamente um procedimento de altíssimo risco de contaminação. Pensar que compartilhar a agulha/seringa com o amigo não tem problema, porque o amigo é saudável, é um grande engano. Há doenças que não produzem sintomas, em especial durante os primeiros anos. Assim, a própria pessoa pode não saber que tem a doença.

Mas voltando ao alerta publicado na Diabetes Forecast, NUNCA se deve emprestar ou tomar emprestado a caneta de insulina ou o lancetador (mesmo trocando a agulha/lanceta). Segundo a Associação Americana de Diabetes e o Centro para Controle de Doenças e Prevenção, tanto as canetas de insulina, quanto os lancetadores são de uso individual, e o compartilhamento desses instrumentos expõem as pessoas ao risco de contagio por doenças infeciosas, como a hepatite B.

Portanto, tenha seu próprio material. Não o ofereça ou aceite, mesmo que de um amigo ou familiar, empréstimo desses itens.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Suco de Laranja? Cuidado!!!

Hemoglobina Glicada (A1C ou HbA1c) para controle e diagnóstico do diabetes

Pâncreas Artificial, uma realidade! Como faço para ter um?